O Anel do Cirandeiro

a pedra do anel do cirandeiro
é o mundo inteiro cirandando e andando lá
num raio de brilho vem o sol bater ligeiro
alumiando a sertania em teu lugar

pois não te encontro
e tu te escapas do meu viver
e ói meu sorriso destinado a te esquecer
pus teus delírios na razão da minha vida
redemoinho e tua procura naufragou

cirandas, tantas as virtudes num bem-querer
lápis de cor pintando azuis no alvorecer
laçando estrelas lá no céu das lamparinas
estilhacei teu brilho e em trevas canto a ti

oi, nós penteia ...
e ói que a meia volta
soltará os teus cabelos
oi, o amor que tu
tinhas por mim
rodopiou, pirou, quebrou
vidro do anel que tu me deste ai ai
cortou, sangrou, doeu ...

Músicas mais populares de Zé Modesto

Outros artistas de Indefinido