Liberdade

Daniel Aof

Liberdade pra mim
É poder respirar
Olhar pro céu, admirar
E ver o sol brilhar
Sentir na pele
A sensação de vitoria
Pisar na lixa e streetar
Até altas horas

Liberdade pra mim
É poder respirar
Olhar pro céu, admirar
E ver o sol brilhar
Sentir na pele
A sensação de vitoria
Pisar na lixa e streetar
Até altas horas
Sem precisar de química
Que afeta os sentidos
Sem precisar me apegar
A nenhuma porra de vicio
Que já me destruiu
Que já me consumiu

Me fez refém, me conduziu
Mas hoje eu to há mil
Uma pa de aliado
Hoje cola na banca
Pega o caixote o corrimão
E na rua nos anda
E se vê cada estilos
Tem uns rockeiro
Uns raggerio

E uns emo que curte screamo
Que curte um legião
Andando todo depressivo
E os que curti facção pagando de bandido
E ate os que não curtem nada
E só tão envolvidos
Outros que chegam pra somar
Com a "sapos cozidos

A gente rala, batalha
Luta pra comprar um sheip
E quando quebra
Até poem de enfeite na parede
E se esquece as vezes
Quando estava a rapa toda em peso
Fazendo uns dingo com viola
Os cara tudo bêbado
Tudo bebo, que hoje se converteram
Uns viraram pastor
Outros tão do mesmo jeito

E o que admira
E ver que nada nos impede
De reunir fazer um som
Ou andar de skate
Quantas tretas passamos juntos
E olha onde chegamos
Nem notamos as diferenças
Com o passar dos anos
Só percebemos quando passa
Ou até esquecemos
E a liberdade de cantar
Nos trás esses momentos
E faz lembrar como se fosse

Voltando no tempo
De quem se foi
Partiu
Deixou saudades
Longe de nos
Tão curtindo sua liberdade

A esperança
É ultima que morre parceiro
Um dia o sofrimento um dia acaba
Se põem de joelhos
No mundo o povo se maltrata
Entram em desespero
O sonho de vencer na vida
Virou pesadelo
Selva de pedras
Metrópole movimentada
E nas calçadas

Existem pessoas jogadas
Pessoas largadas
Sem esperança sem futuro
Sonhando com um lugar seguro
Além de um horizonte escuro
Cada passo que dou
Nas ruas iluminadas
Congestionadas
A cada hora que se passa
Vejo altos manos

Batendo uns ollie nas calçadas
Varando uns guepe
Sem se preocupar com nada
Fazendo a vaca pra tomar uma coca gelada
Curtindo a liberdade
Que grana nenhuma paga
Não tem preço
A liberdade vem de berço
Ta no gueto

E merece respeito
Agradeço aos irmãos
Que tem contribuído
Que tao comigo
Desde do inicio
Um salve pro bandido
Sempre somando rapaz
É assim que tem que ser
Skate é liberdade
Força foco e fé

Músicas mais populares de Sapos Cozidos

Outros artistas de Indefinido