Catiça Cabaço

Crise sempre houve desde eva e adão
Castigo divino com suor ganhar o pão
Judas vendeu cristo
Caim matou seu irmão
Inveja e dinheiro, surgiu a inflação
Rapadura é doce mas não é mole não
Viver nunca foi fácil, sobreviver então!
Crise sempre houve aqui ou no japão
Desde que o mundo é mundo a crise existe irmão
Inventaram a bomba atômica
Eles jogaram no japão
E foram piores que hitler e napoleão
E pior que isso é papo de eleição

No passado tinha (o que é, oque é?)
No presente tem (o que é, o que é?)
No futuro também terá
No futuro também terá

Meu tata dizia pro meu bisa
Meu avô dizia pro meu pai
Ai, ai, ai a coisa tá ruim
O meu pai disse para mim
Olha a coisa tá preta
Ai, ai, ai a coisa tá ruim

Olhe a sombra tá preta
Mãe dinah não olhe para mim

Catiça cabaço quarenta e quatro
Catiça cabaço quarenta e quatro
Ganeixa xaranã, xaranã ganeixa
Ganeixa xaranã, xaranã ganeixa

Músicas mais populares de Sandro Morgante e Nando Satorres

Outros artistas de Indefinido