Os NoRmAiS

Eduardo Caldas

Comer veludo azul, pintar o teto a giz.
Não ter um grito à mão, querer lamber o chão.
Rasgar o que sofri, passar do tempo em pé.
Chorar como os normais, fingir gostar da paz.

Hei louco amigo não se importe esqueça a luz.
Seus olhos servem pra enganar quem lhe conduz.
Querer viver pra sempre é coisa tão normal.
Quero esse mal que me pegou agora.

Sonhar com o mesmo céu, mudar com o mesmo amor.
Um dito popular quem sou eu pra julgar?
Você é um grande rei, monarca ou senhor.
Viver o que se quer, pintar com a sua cor.

Hei louco amigo não se importe esqueça a luz.
Seus olhos servem pra enganar quem lhe conduz.
Querer viver pra sempre é coisa tão normal.
Quero esse mal que me pegou agora.

Músicas mais populares de Montgomery

Outros artistas de Indefinido