Mente Adolescente

Marturinhas

Pai
Não adianta me proibir
De me encontrar e namorar
Com quem eu escolhi

Pai
Não adiante me trancar no quarto
Eu vou planejar e tentar
Até que uma hora eu saio

Pra night
Dançar
Com aquele garoto
Que vai me esperar

Fugir de casa
E sair
Já que ele não vem aqui
Os bailes eu vou curtir

O senhor já foi jovem
E já se apaixonou
Com certeza por isso já passou
Deveria entender a minha fase

Quebro as regras que me colocarem
Deixe de papo furado
Vou atrás de meu amado
E viver o amor também

Pai
Não adianta me proteger
Eu já sou bem grandinha
Posso me defender

Mas você insiste em falar
Que certas coisas acontecem
E podem me prejudicar

E na night
A dançar
Pode rolar um clima
E eu me descuidar

É hora de deixar
Eu ser livre
Não consigo acreditar
Que tantos riscos existem

Querer ser feliz
O que é que tem demais?
Meu coração hoje vai
Ter o prazer que pede

Pai
Eu sinto uma grande paixão
E é necessário então
Sonhar nem que seja em vão

Pai
Eu já ouvi casos por aí
De gravidez e ISTs
Mas vou me prevenir

É que
Não vai acontecer isso daí
Com ninguém de perto
Eu preciso curtir

Acho que não vou
Ser penalizada
Por cumprir meus desejos
E me sentir amada

É com as outras
Que acontece essa parada
Se bem que elas
Não fogem de casa

Pai
O que eu sinto é muito lindo
Está me consumindo
E me tornei refém

Pai
Não adianta temer
Eu preciso crescer
Mesmo quebrando a cara também

Eu sei
Que vocês me tiveram cedo
E passaram por perrengues
Por isso o medo

E eu aqui
Com tanto desprezo
Ter filho adolescente
Bem que dá nos nervos

Viveram mais
De mil dificuldades
Tiveram que assumir
A responsabilidade

Perdeu a juventude
Que não pode voltar
Como uma consequência
Do prazer sem se cuidar

Pai
Desculpa se com o perigo brinquei
Se sem dó machuquei
As feridas do seu passado

Pai
Mente adolescente é assim mesmo
Desculpe pelo meu jeito
E pela vontade de abarcar
O mundo inteiro

Músicas mais populares de Marturinhas

Outros artistas de Indefinido