Ai, porque é ruim

Acordei no meio da noite
Meu estômago doía corroído
Sonhei com você, mais de um dia
Em dois, bastante angustia
Temores...
Ao vê-lo completamente distante
Ao vê-lo completamente impossível
Mas onde está a linha do desistir?
Até onde se é covarde?
Até onde se molda a própria personalidade
Para se ter o que quer?
Aquele que gosta de estar só... duvido!
Aquela que não se pode querer ... não aceito!
Dentro de tudo... fatos e contradições
A descrença é tão verdade quanto a minha teimosia
Eis meu mal
Minha cova
Minha aflição
Tão misantropo quanto eu
Não consigo deixa-lo
Está em minha mente corroendo as horas
Desvirtuando a concentração
Te imagino
Desenho em cada linha
Amo em cada segundo
Sinto ciúmes...
Infelizmente!!!

Músicas mais populares de Maria e Seus Malucos

Outros artistas de Indefinido