Careta Blues

Marco Gonzalez

Desde pequeno eu ouço o mesmo

Sobre o certo e o errado

Mas não acho que é perfeito

Eu sempre achei tudo arrumado

É pra você pensar pequeno

Pra você pensar travado

Com uma certa dose de culpa

Se tornando condenado

Passei tempos na Abadia

Procurando entendimento

Cloroforme Ácido Lisérgico

Abriu as portas do convento

É putaria que é o canal

Da uretra da sua mente

Na ressaca bossa nova

Na noitada vinho quente

Refrão:

Se você bebe, fuma, mete o nariz onde não deve

O problema é seu

Automática é o pensamento

Que se dane o palavreado

Se taturana é borboleta

Pensamentos transviados

Para de contar histórias

Tirar pele de cordeiro

Bota força na peruca

Venha aqui deita o cabelo

Refrão:

Se você bebe, fuma, mete o nariz onde não deve

O problema é seu

Automático é o pensamento

Que se dane o palavreado

Se taturana é borboleta

Em pensamentos transviados

Para de contar história

Tirar pele de cordeiro

Bota força na peruca

Venha aqui deita o cabelo

Se você bebe, fuma, mete o nariz onde não deve

O problema é seu

Se você bebe, fuma, mete o nariz onde não deve

O problema é seu

Se você bebe, fuma, mete o nariz onde não deve

O problema é seu

Ahh, mas se você não bebe, não fuma e não mete

Você já morreu.

Outros artistas de Indefinido