O Céu Por Um Beijo

Seu corpo no sol
Grudado num jeans
Brincando com a luz
Sabendo que dentro de mim
A febre é natural

Seus olhos de mar
São vidros de cor
E a boca ao colar
Cem graus de calor

Que sobre, que cresce
Que bate, que fica
E que nunca mais desce

Feito um barco no vento
O amor deve ser o melhor passatempo
Sempre foi assim
Pra você e pra mim

Quando a vela encher de desejo
Nós veremos o céu por um beijo
Vamos por ai
Sem lugar pra ir

Seus olhos de mar
São vidros de cor
E a boca ao colar
Cem graus de calor

Que sobre, que cresce
Que bate, que fica
E que nunca mais desce

Feito um barco no vento
O amor deve ser o melhor passatempo
Sempre foi assim
Pra você e pra mim

Quando a vela se encher de desejo
Nós veremos o céu por um beijo
Vamos por ai
Sem lugar pra ir

Vejo, vejo, vejo, vejo
O céu por um beijo (2x)

No céu, no céu, no céu, no céu
No céu por um beijo (2x)

Outros artistas de Indefinido