Samba Enredo 1984 - O Sol da Onça Caetana Ou Miragens do Sertão

Elisbão Do Cavaco / Jaco / Mário Sérgio / Penteado / Tadeu Da Mazzei

Irradiante de alegria
Vai vai chegou

Traz o nordeste como tema
Exaltando em poema
Miragens do sertão

Cenário marcado pela tristeza
Mas é sublime a nobreza
Do povo do lugar

Desafiando o sofrimento
O seu canto é lamento
É sorrir pra não chorar
Reina a onça caetana
Reina assombração
Surge o carcará malvado
Acauá canta é verão

A esperança é dom sebastião
É divindade, é fé, é procissão
Que a chuva caia
Para verdejar os campos
No esplendor do meu sertão
Nesse dia o arauto vai tocar
Anunciando que este
Chão vai virar mar
É a consagração
Glória do povo sertanejo

Voa contente arribaçã, ô, ô
Floreceu o meu sertão
Puxa o fole sanfoneiro
Firma o verso cantador

Olê olê, elê olá
É tempo bom
Vamos sorrir
Vamos cantar.

Curiosidades sobre a música Samba Enredo 1984 - O Sol da Onça Caetana Ou Miragens do Sertão de G.R.C.S Vai-Vai

De quem é a composição da música “Samba Enredo 1984 - O Sol da Onça Caetana Ou Miragens do Sertão” de G.R.C.S Vai-Vai?
A música “Samba Enredo 1984 - O Sol da Onça Caetana Ou Miragens do Sertão” de G.R.C.S Vai-Vai foi composta por Elisbão Do Cavaco, Jaco, Mário Sérgio, Penteado e Tadeu Da Mazzei.

Músicas mais populares de G.R.C.S Vai-Vai

Outros artistas de Samba