Tô Na Labuta

Jean marques e Abel carvalho

Tô na labuta, na ralação
Eu vou a luta
Não desisto nunca
Sou um cidadão

E todo dia, mato um leão
Eu sou guerreiro, eu sou brasileiro
Mas num tá mole não

É só promessa, conversa, não sei onde vai parar
Terra de um povo feliz, qui o país não quer respeitar
Falta vergonha na cara sobra ambição
Agente faz nossa parte, eles não fazem não...

É violência, corrupção
Agente pensa qui toda desencia
Perdeu a razão
E a esperança, perdeu pro medo
Eles estão soltos
E agente tá preso na decepção

É só promessa, conversa, não sei onde vai parar
Terra de um povo feliz, qui o país não quer respeitar
Mostra sua cara brasil, grita por conduta
E veras, que um filho teu não foge a luta

Músicas mais populares de Forró Donquixote

Outros artistas de Indefinido