Deixo-me Ir

Eu queria
Que esta solidão
Me largasse um dia
Por mais que eu sorria
Não sei que fazer
Desisto de querer
E deixo-me ir
Eu deixo-me ir

Fecho os olhos
E sinto o meu pulso
A bater, a bater
Ao som desse som
Que me envolve, revolve
Devolve a vida
Que me escapa da mão
Quando então canto
Não sei para onde vou
E deixo-me ir
Eu deixo-me ir

Sei que um dia
Eu hei-de curar
Esta maldita ferida
Sem dor definida
Com uma canção
Que a leve pela mão
E deixo-a ir
Eu deixo-a ir

E perdida
No leve ondular
De uma vã melodia
Eu sinto a alegria
De dar e de estar
De poder
Pois viver e de ser tudo
Aquilo que posso ser
Não há que temer
Nada a perder
E deixo-me ir
Eu deixo-me ir

Curiosidades sobre a música Deixo-me Ir de Ana Bacalhau

Quando a música “Deixo-me Ir” foi lançada por Ana Bacalhau?
A música Deixo-me Ir foi lançada em 2017, no álbum “Nome Próprio”.

Músicas mais populares de Ana Bacalhau

Outros artistas de Indefinido