Seja Minha Outra Vez

Anderson Balbino / Diogo Santos

Existem coisas em meu coração, que conseguem cegar a minha mente
Destinos que pensei serem certos conseguiram me afastar de você
Erros atrás de erros eu cometi, e vi você me deixar
Como fui fraco de não lutar por alguém e deixá-la ir assim

Com você ficaram os meus sonhos me deixaram
Junto com o ar seu cheiro, que não me deixa te esquecer
Fecho os meus olhos, será melhor assim?
Não me peça para ir embora, mais uma vez

Eu posso te contar um segredo? Eu nunca te esqueci!
Você foi o meu passado, seja meu futuro, torne-se o meu presente agora
Prometo se você me der suas mãos, eu nunca mais irei soltar
Me desculpe por te fazer esperar tanto tempo só pra te dizer, seja minha outra vez

Por várias vezes eu tentei te escrever, mais meus medos sempre foram mais fortes do que eu
Escondido sempre há te olhar, imaginando como seria te tocar
Mais quando eu te vi com outro alguém isso me feriu
Ali eu tinha visto que eu te perdi, fim de jogo para mim

Com você ficaram os meus sonhos me deixaram
Junto com o ar seu cheiro, que não me deixa te esquecer
Fecho os meus olhos, será melhor assim?
Não me peça para ir embora, mais uma vez

Eu posso te contar um segredo? Eu nunca te esqueci!
Você foi o meu passado, seja meu futuro, torne-se o meu presente agora
Prometo se você me der suas mãos, eu nunca mais irei soltar
Me desculpe por te fazer esperar tanto tempo só pra te dizer, seja minha outra vez

Te peço desculpas pelos meus erros cometidos, foi quando cheguei lá que percebi que o meu céu era você
A estrela que me guia, o teu sorriso me faz feliz, a luz que me salvou da escuridão

A história se inicia em uma brincadeira, sorrisos e abraços, estilo criança arteira
Que a ferro e fogo se moldou sem reparar, como um menino bobo, me encantei com seu olhar
Fiquei confuso, profundo na imersão de um céu azul, estirado na varanda escutando o som do nosso blues
Bem que eu queria um tango e te mostrar o que espero, um abraço e um beijo sincero
Sentar ao fim de tarde sem ver o tempo passar, como quem conta as horas, esperando o verão chegar
Como um romance de um livro que ainda ontem li, deixo a página virar pra te mostrar que

Tudo que o amor tocar, pode mudar
Enquanto a nossa fé existir somos capazes de melhorar
Não existe bem sem o mal ou erro se não for para acertar
Pois enquanto eu acreditar no amor, eu existirei para você

Seja minha outra vez!

Músicas mais populares de A2ois

Outros artistas de Indefinido