Amores e Sapos

Ela deixou a chave embaixo da porta pra ele voltar
Enxugou as lágrimas deitou num poema tentando expressar
Um pouco da dor de vê-lo sair sem motivo
Direto pro mar

Ela que era tão doce e amarga, queria o mundo abraçar
Escrevia um livro de amores e sapos pra se aliviar
Mas no fundo as dores do mundo a fizeram parar
De acreditar

Ela deu a ele a coroa, mas no dia seguinte a tirou
Não por capricho, mas coisas de bicho
O medo de ser quem sonhou
Ela sonhava

Ele até pensou em dar meia volta, decidiu ir pro bar
Tomou um conhaque e uma vodka merda, pra se aliviar
Pois as coisas estranhas que ela disse pra ele o fizeram parar
De se machucar

Ela deu a ele a coroa, mas no dia seguinte a tirou
Não por capricho, mas coisas de bicho
O medo de ser quem sonhou
Ela sonhava com coisas que nunca encontrou
Ele de verdade

Pensando bem, me veio que ele beba dela
Que beba um pouco mais
Que o vinho eu sei que apaga, e ela aprendeu a borrar

Ela deu a ele a coroa, mas no dia seguinte a tirou
Não por capricho, mas coisas de bicho
O medo de ser quem sonhou
Ela sonhava com coisas que nunca encontrou
Ele de verdade, verdade demais pro amor

Curiosidades sobre a música Amores e Sapos de 2DE1

Quando a música “Amores e Sapos” foi lançada por 2DE1?
A música Amores e Sapos foi lançada em 2017, no álbum “Transe”.

Músicas mais populares de 2DE1

Outros artistas de Indefinido